Curiosidades 2

16/02/2010 10:54

Você sabia que no ano de 1955 havia em Pratápolis um trio musical, chamado Trio Guanabara, que fazia o maior sucesso na região? O trio era formado pelos amigos: Jair Godinho na sanfona, Zé Godinho na percussão e o Marcelo Batista no vocal, contavam, então com idades entre 10 e 12 anos. A formação durou 3 anos e se apresentavam em quermesses e em programas ao vivo no auditório da Rádio Difusora de São Sebastião do Paraíso.

 

Você sabia que a nossa Associação Comercial expandiu seus horizontes e agora se chama Associação Comercial, Industrial, Agro Pecuária e de Serviços do Município de Pratápolis? Tudo no intuito de mobilizar um maior número de associados, agora são 86, para se fortalecer e consequentemente melhorar as condições de vida e de trabalho da população da cidade em geral.

 

Você sabia que Pratápolis já teve aeroporto comercial? Ele foi inaugurado no dia 12 de junho de 1943 e se localizava na fazenda de seu proprietário, o Sr. Leopoldo Ferreira de Melo, onde hoje “deve” ser a fazenda do Sr. Horacídio F. Duarte. No dia da sua inauguração a ocorrência de populares foi muito grande, pois havia uma grande concentração de pessoas na cidade devido a realização da quermesse em louvor ao Divino Espírito Santo, cujo festeiro era o Sr. José Dias Ferreira.

 

Você sabia que a dupla sertaneja Chitãozinho e Xororó esteve em Pratápolis e cantou na festa de noivado da Rosângela e do Renan Brazão em 31 de dezembro de 1976? Deixaram muita saudade, pois namoraram muita menina pratapolense.

 

Você sabia que o dinossauro encontrado pelo pratapolense Max Cardoso Langer e batizado de Saturnalia tupiniquim é um dos mais antigos do mundo e o mais completo do Brasil? O nome Saturnalia refere-se às festas romanas em homenagem ao deus Saturno, realizadas durante o solstício de inverno, e que comemoravam o momento da semeadura das safras. Aquelas festas, acredita-se, estão na origem de nosso carnaval, período em que foram encontrados dois dos três esqueletos do novo dinossauro.

Tupiniquim (tupinã’ki), por sua vez, é uma palavra de origem tupi que designa os “parentes colaterais dos tupis”, tribo indígena que habitava o litoral sul da Bahia e norte do Espírito Santo, quando do descobrimento do Brasil. Hoje, entretanto, a palavra tupiniquim é usada em português para designar qualquer coisa que seja tipicamente brasileira. Usualmente tem um sentido levemente pejorativo ou jocoso, mas talvez seja o momento de se firmar a expressão tupiniquim como uma designação adequada para as coisas típicas de nossa pátria.

 

Você sabia que Pratápolis tem o seu provedor de internet desde 07 de março de 2002? Era chamada Netprata, seu site na época : www.netprata.psi.br. com conexão discada.

 

Você sabia que Pratápolis já foi exportador de banha de porco frita para Argentina, Uruguai e Paraguai? O Sr. Renato Públio (pai do Reizinho) criava e matava os porcos e exportava a banha frita, com a supervisão de um funcionário dos países importadores que inspecionava as condições de higiene das pocilgas e dos matadouros e orientava os funcionários na fritagem da banha. Isto aconteceu em meados dos anos 40 e a banha era enviada de avião aos países compradores.

 

Você sabia que o Professor Reizinho foi o idealizador e realizador do único torneio esportivo que mobilizava todos os esportistas de Pratápolis? Eram os Jogos da Primavera, com as modalidades: voleibol (masc. e fem.), handebol (masc. e fem.) e futsal. Os jogos  eram realizados nas quadras do Colégio Dr. Farid Silva, de 1989 até 1996, quando ele se aposentou.

 

Você sabia que as domingueiras dançantes começaram no Pratápolis Clube no ano de 1992? Nesta época elas começavam às 16 horas.

 

Você sabia que a dupla Leandro e Leonardo já cantaram na barraca da festa no final do ano de 1987? Eles chegaram para o show em um chevetinho marron com placas de Goiânia e receberam o menor cachê dos artistas que se apresentaram naquele ano. Favor prestigiar as duplas atuais, pois podem virar ícones também.

 

Você sabia que o Sr. Bento Muradás foi o proprietário da primeira padaria em nossa cidade? Ela ficava num cômodo na Rua de Baixo, onde hoje é propriedade do Zé Barata.

 

Você sabia que o Sr. Ademir Ferreira Silva (mais conhecido como Cabelinho) foi o proprietário da primeira casa de lanches de Pratápolis? Ele trouxe a idéia de São Paulo, onde morou por vários anos, e fundou a “Pop’s Lanches”  no ano de 1982. Na época só se conhecia e consumia o Bauru.

 

Você sabia que em agosto e setembro de 1970, enquanto o resto do país comemorava a conquista do tri campeonato de futebol no México, Pratápolis e Cássia serviam de set de filmagens para o filme de terror chamado “Papa Defunto”? O ator principal do filme deveria ser o Zé do Caixão, que não podendo vir, foi substituído. Muitos pratapolenses atuaram como atores coadjuvantes e um ator de um circo, que se encontrava, na cidade também foi utilizado. O filme foi dirigido por três diretores e o produtor foi o Sr. Nelson Teixeira Mendes.

 

Você sabia que a pratapolense Cirlene Aparecida de Pádua Teixeira é escritora, poeta e contista e possui vários prêmios literários? Hoje ela mora em Franca, é professora de português, voltada para o estudo de línguas, música e doutrina espírita. Possui dois livros de poemas publicados: Aquarela (1998) e Canteiros (2002) e participou de várias antologias: poemas (1999), contos (2001) e crônicas (2002). Atualmente faz parte da respeitada Academia Francana de Letras.

 

Você sabia que em janeiro de 1980 a revista Manchete fez uma grande reportagem com o nosso Chiquinho da “Abeia”? Nas páginas 40 e 41 daquela edição, a matéria conta suas façanhas com cobras venenosas, lagartos, abelhas, marimbondos e aranhas peçonhentas, mostra um recorte de uma reportagem em um jornal americano sobre o menino e mostra também o parecer do parapsicólogo Álvaro Fernandes, que estudava o ‘possível’ fenômeno paranormal envolvido no caso.

 

Você sabia que os nomes CITYBALL, CRACKBALL e POLISPORT são marcas de três fábricas de bolas existentes na nossa cidade? Juntas, elas empregavam 16 funcionários e fabricavam e vendiam bolas para praticamente, todo o país. Fabricavam bolas promocionais de voleibol e futvolei e bolas oficiais para futsal e campo. Hoje ainda temos duas (2) dessas fábricas em nossa cidade. 

© 2010 Todos os direitos reservados. No ar desde 01/01/2010

Desenvolvido por Webnode