O segredo

30/03/2012 11:49

 

Um casal de trabalhadores prestava serviços em uma fazenda por muitos anos, criara ali os filhos que eram três casais, Maria José e Paulo, Celina e Vander e Maria Aparecida e José.

            Viviam muito bem e a alegria reinava na casa, porem notava-se que o patrão o senhor Cristovão frequentava muito a casa do casal de empregados, era presentinho pra aqui presentinho pra li e os anos passando.

            Maria José a filha mais velha do casal, já mocinha na idade dos seus dezesseis anos, simplesinha, mas muito bonita, o senhor Cristovão, o patrão, passou a assediar a menina levando-a para passear na cidade, comprando presentinhos a revelia para a menina em si e também para a família, mas não deixando que os Paes desconfiassem que aquilo tudo fosse interesse pela menina, que já estava bem adiantado.

            Foi até que Maria José acabou nos braços de Cristovão, o patrão, vindo a ficar grávida.

            Bem o tempo foi passando, e por mais que Cristovão, o patrão, pressionava Maria José para esconder a gravidez e a mudança no corpo da menina, que já começava a ser perceptível.

            Seus pais por mais simples que fossem, começaram a questionar Maria José sobre o que estava acontecendo com ela, já que a barriga começará a aparecer.

            Maria José chorava muito, tentava de todas as formas, esconder, mas a pressão de seus pais era grande e começou ficar difícil suportar aquela situação, até que um belo dia, quando seu pai, com um “reio” (chicote) bateu algumas vezes em Maria José na frente de Cristovão, o patrão, que imediatamente vendo aquilo, avançou no pai da menina e tomou-lhe o reio da mão, contando-lhe o que estava acontecendo.

            O casal indignado não aceitando a situação naquele momento passou a discutir duramente por dias, até que Cristovão, o patrão, com bastante habilidade de prosear mais o poder do dinheiro, acabou conseguindo o que queria.

            Com promessas de ajuda e dinheiro, Cristovão convenceu os pais de Maria José a levar a menina para morar em uma fazenda de uma amiga que ficava longe dali até que ela ganhasse a herança e para que tudo desse certinho, sua família não ficasse sabendo nada, a mãe de Maria José iria inventar que estava grávida e na época do nascimento da criança, Cristovão buscaria a mãe de Maria José e faria todo o acerto, registro da criança no nome dos avós, como eles fossem os verdadeiros pais.

 

O poder do dinheiro faria com que os pais de Maria José a esquecessem, pois eles já eram quase donos da fazenda, Cristovão, o patrão, avia deixado tudo por conta deles, o tempo passava e os Paes de Maria José não percebiam já Cristovão contava nos dedos o dia para que tudo terminasse, sem que a mentira viesse à tona e sua família ficasse sabendo e o plano de Cristovão acabou dando certo.

            O dia chegou e Cristovão pulou quente para levar a mãe de Maria José, disfarçada de grávida.

            Veio ao mundo uma menina, Cristovão a registrou dando lhe o nome de Mara, como se fosse filha da avó, a mãe de Maria José, que era avó e passou a ser mãe de Mara e Maria José que na verdade era a mãe passou a ser irmã.

            Dali por diante um verdadeiro segredo se fechou no coração dos pais e de Maria José, assim como também de Cristovão.

            Parecia um final feliz, Maria José ficou mais alguns dias fora, voltando alguns dias depois.

            Seu pai e sua mãe indiferente a tudo parecia que já era dono de tudo, mas algo diferente estava para acontecer, Cristovão em uma de suas idas e vindas da cidade sofreu um acidente e vem a falecer, para os pais de Maria José foi um transtorno, algum tempo depois os filhos de Cristovão assumiram o comando da fazenda e daí tudo mudou.

            Os pais de Maria José continuaram na fazenda, pois os filhos de Cristovão não sabiam de nada e assim passaram os anos.

            Os irmãos de Maria José se casaram e foram em borá, ficando Maria José os pais e a menina filha da irmã, Mara o segredo continuava nada saia dos pais de Maria José e nem dela.

            Mara ficou moça ali mesmo na fazenda, muito bonita.

O filho de Cristovão moço já maduro, mas estava sempre de olho em Mara, começou era passeios a cavalo na fazenda, convites para ir a cidade, sempre um motivo para estar perto de Mara.

            Até que um dia o rapaz se diz apaixonado por Mara, foi um Deus nos acuda, o que fazer o segredo vai acabar, dizia desesperado o pai de Maria José, mas ficaram firmes. O rapaz cada vez mais apaixonado, até que um dia resolveu pedir Mara em casamento, foi negado o pedido, desesperado o rapaz não si conformava, pois a sua família no meio.

            Sua mãe tentou acertar o casamento, mas nada adiantou o rapaz preparou um plano para o casamento, chamou o padre o tabelião confirmou com a moça e eles se casariam mesmo sem o consentimento dos Paes o rapaz pagou, bem arrumou tudo e na hora confirmada com Mara chegaram o padre e o tabelião as pessoas convidadas por ele, na varanda da fazenda, improvisaram um altar os dois ficaram frente ao padre.

            Já estava para começar o casamento, quando Maria José, chorando muito chegou e em voz alta disse: não faça isso, minha filha e você não podem se casar, existe em sua vida um grande segredo, vou buscar meu pai e minha mãe para que seja revelado o segredo.

            Ao chegar o pai e a mãe de Maria José na frente do tabelião e do padre, também a família do noivo, eles dizem e voz tremula e arrependida Mara não pode casar porque ela é irmã do rapaz, não minha filha e nem da minha mulher ela é minha neta, filha de minha filha Maria José.

            Assim termina o segredo de quem por dinheiro errou

© 2010 Todos os direitos reservados. No ar desde 01/01/2010

Desenvolvido por Webnode