O Milagre da Rosa

10/03/2010 10:04

 Vamos contar a historia de Luiz, um moço es­belto, simpático e muito popular na cidade. Certo dia, ao passar em frente a casa de Sr. José Tigrão, um jardineiro, que plantava em frente sua casa lindas ro­seiras. E naquele dia, todas estavam floridas com lin­das rosas vermelhas.

Luiz ao ver a beleza das rosas, não resistiu, apa­nhou a mais bonitas delas. O problema é que Sr. José, tinha uma grande paixão pelas suas rosas e não ad­mitia que alguém as tocassem.

Luiz, mesmo sabendo deste problema, não li­gou. Apanhou uma rosa vermelha e foi correndo levar para Nossa Senhora, pois tinha certeza que muito agradaria a Santa. Mas o Sr. José ao dar falta da flor, colocou a bica no mundo a gritar, xingar palavrões e fazer a ameaças. Ao descobrir que foi Luiz que apa­nhou a rosa, chama a policia e o acusou-o de ladrão. E o Luiz acabou sendo preso. Luiz tentou se defender, mas o delegado nem quis ouvir suas explicações.

A noite, Luiz sozinho em uma sela fria, escura e suja começou a chorar e falar com Nossa senhora: -Minha santa, eu quis te homenagear e agora o que eu faço? E daí, Luiz adormeceu.

No outro dia, Sr. José levanta bem cedinho, vai ao seu jardim e vê que a rosa vermelha estava no mes­mo lugar, como se nada tivesse acontecido. Imediata­mente, Sr. José, arrependido pelo que fez, vai até a delegacia, conta o acontecido e pede pra soltar Luiz. Chamou Luiz até sua casa e na presença dos vizi­nhos pediu mil desculpas a ele, apanhou a rosa mais linda e o entregou. A princípio, Luiz não quis, mas, depois de tanta insistência de Sr. José, Luiz aceitou a rosa e disse: Eu poderia falar muitas coisas, mas vou dizer apenas, Viva Nossa Senhora!

História fictícia de René Belluomini.

© 2010 Todos os direitos reservados. No ar desde 01/01/2010

Desenvolvido por Webnode