Uma história de cachorro

25/07/2012 14:20

Em uma pequena cidade o povo se via agredido por uma invasão de cães de todas as raças pelas ruas.

Os cães famintos procuravam mais os pontos de movimento para encontrarem as migalhas de comida que lhe jogavam no chão ou às vezes depositado em lixeiras.

Bem como não são todas as pessoas que gostam de criação, avia sempre alguém que dava um (ponta pé), uma pedrada ou até pauladas, mas a cachorrada sem ter para onde ir e sem rumo na vida estava sempre ali na praça hora latia hora disputava algum resto de comida com os outros companheiros e assim os dias vão passando até que uma história engraçada aconteceu.

Apareceu por ali um velho senhor que dizia entender a linguagem dos animais, sempre se via falando com alguns dos cachorros ali na praça assim foram os dias parecia mesmo que os cachorros estavam falando com ele.

            Por perto estava varias pessoas que olhavam atentamente o velho senhor falando com os animais. Até que uma senhora curiosa perguntou: o senhor entende mesmo os cachorros?

O que eles estão dizendo para o senhor? O velho sorri e diz, vou traduzir para os senhores o que os cachorros estão pensando, e disse olha aquele pequenino ali, parece o mais sábio deles, diz o seguinte: somos todos filhos de Deus, cada um com uma missão, por exemplo, o humano é o mais privilegiado, Deus deu a ele o poder de dominar todos os outros animais com inteligência sem usar a força com palavras, gestos, carinhos e amor e a todos os outros uma tarefa a cumprir a nos, por exemplo, temos a nossa missão, temos uma audição e um faro que nem outro tem, podemos perceber o perigo a distancia.

            Podemos pelo faro descobrir o paradeiro de qualquer ser humano em qualquer circunstância seja no bem ou no mal.

            Por isso todos tem sua missão dada por Deus e também seus direitos de viver nesse mundo sem ser humilhado pelo outro.

            Em um latido firme e alto o cachorrinho diz meus amigos os nossos direitos também devem ser reivindicados, vamos aproveitar que esta chegando às eleições e nos iremos até a prefeitura na hora em que tiverem todos La e latiremos e rosnamos todos juntos, chamaremos atenção deles e assim poderemos reivindicar a criação de um canil para que possamos receber algo para comer, assim como os humanos tem lares como a Vila Vicentina e casa de Maria, e lá si foram todos para a prefeitura, chegando La cumpriram o ritual, latiram e rosnarão, agora espera que algum canditado ponha em seu plano de governo a reivindicação dos cachorros a construção de um canil o qual eles chamaram lar, uma das principais necessidades de quase todas as cidades pequenas da região.

© 2010 Todos os direitos reservados. No ar desde 01/01/2010

Desenvolvido por Webnode