UMA HISTORINHA DE NATAL

10/03/2010 09:55

Izaura era esposa de Nelson. O casal tinha um filho com nome de Nino.

Nino era uma criança, que não podia andar, por ser portador de uma doença, que no qual, vivia só em uma cadeira de rodas.

Sua mãe Izaura e seu pai Nelson eram muito pobres, vivendo de trabalho incerto, daqui pra li. Vivendo em lugares diferentes, sempre na dúvida do amanhã..

Um certo dia, véspera de Natal, Izaura, que sempre via seu amado filho Nino, em sua cadeira de rodas, sem ter esperança de um dia andar, ficou muito triste e pensativa.

Sentou-se em um canto escuro da casa e começou a pensar, no que ela podia fazer pra alegrar seu filho no dia de Natal. Comprar um brinquedo?? Impossível, o casal não tinha dinheiro. Fazer uma ceia?? Também impossível.

Foi quando Nelson chegou e viu sua esposa triste e perguntou o que estava acontecendo. Izaura disse a ele que estava triste, pois estava chegando o Natal, todas as crianças iriam ganhar presentes e seu filho não ia ganhar nada. Nem um brinquedo, nem uma roupa, enfim, nada! E Izaura queria muito ver seu filho sorrir, como as outras crianças..

. O pai, muito entusiasmado, com muita fé, fala pra sua esposa:

-Vamos pedir pró Papai Noel! Quem sabe ele possa fazer nosso filho feliz. Izaura se levanta e diz: - Papai Noel não existe.

Existe sim, responde o marido. Vamos pedir, não custa nada. Coloque os sapatinhos dele na janela, vamos rezar e ter fé. Vamos rezar pra Jesus, quem sabe ele aparece e nos traz um pouco de alegria.

Bobagem, diz a esposa. Mas mesmo não acreditando vou colocar os sapatinhos de Nino na janela.

Chegando o dia seguinte, Izaura acorda cedo, corre até a janela, olha no sapatinho, mas não viu nada. Ta vendo, diz ela, eu falei que Papai Noel não existe, não deixou nada para nosso filho. Até mesmo o pai ficou triste.

O pai saiu, foi dar uma volta e a mãe ficou em casa cuidando dos afazeres.

A primeira tarefa da mSe era dar banho em seu filho Nino. Ao terminar esta tarefa, resolveu calçar os sapatinhos no filho. Foi quando, para seu espanto, assim que acabou de calçar os sapatinhos, seu filho saiu andando como nunca tinha andado. A mãe Izaura ficou muito espantada ao ver tal cena e saiu correndo e gritando pela casa: - Papai Noel existe sim, ele não trouxe brinquedo para meu filho como pedimos, mas trouxe o que ele mais precisava. O maior presente para os pais de Nino.

O pai de Nino, ao chegar em casa encontrou o filho andando, pulou de alegria e abraçou esposa e filho e disse: - papai Noel existe sim, não podemos duvidar, ele nos abençoou dando-nos a maior alegria.

© 2010 Todos os direitos reservados. No ar desde 01/01/2010

Desenvolvido por Webnode